A autoestima é responsável por grandes transformações na vida das pessoa, pelo bem estar e qualidade de vida. Mas ela pode impactar tanto para bem quanto para o mal. Quer saber como melhorá-la?!

Um dos assuntos mais comentados nos últimos tempos é sobre a saúde mental, o autocuidado e qualidade de vida, mas não tem como falar desses tópicos sem mencionar a autoestima. Isso acontece devido ao fato da rotina corrida e cheia de pressão de trabalho, estudos e contas muitas vezes privar as pessoas desse cuidado consigo. 

O drama do século XXI, com todo o impacto das redes sociais, é a comparação excessiva que muitas vezes acaba frustrando as pessoas, por quererem alcançar uma realidade que não existe longe dos filtros. 

Com isso a autoestima acaba sendo afetada negativamente, sendo que na realidade, ela tem a ver somente com o que você pensa de si mesmo. Mas o discurso do autocuidado já virou quase que um clichê, mesmo que continue sendo extremamente verdadeiro e importante, mas como funciona na prática?!

Trabalhe sua autoestima

Não, isso não é forma de falar. Para você conseguir alcançar sua autoestima, você precisa praticar isso.

Se procurar pelo significado exato da palavra, você vai encontrar algo como: aprecie suas qualidades, estar satisfeito com sua maneira de ser. O que é verdade, mas na realidade, a ideia está mais ligada descoberta de quem você é e sobre o que pensa disso. 

Ou seja, não existe autoestima sem o autoconhecimento. Afinal, tudo está ligado sobre suas experiências, conquistas, crenças, traumas, comportamento, sobre como você se enxerga e como os outros te enxergam. 

E quando você passar a respeitar toda essa bagagem que vem com você e admirar essa trajetória, ai sim, você vai estar começando a entender o que é autoestima. 

Para te ajudar nesse processo, existem alguns hábitos que você pode inserir na sua rotina.

Tenha cuidado com seus pensamentos

Claro, que nem sempre é possível controlar seus pensamentos, eles estão lá e surgem sem avisar. 

Mas você pode treinar como direcioná-los e evitá-los quando não te fizerem bem. A mente muitas vezes gosta de praticar a auto sabotagem, sem que você perceba. 

E sua principal ferramenta é usar os outros contra você, quando você espera atitudes de alguém ou alguma postura diferente, coisas das quais você não tem controle. 

Esses pensamentos podem oprimir você e jogar uma culpa que não existe nas suas costas, deixando-o inseguro e até mesmo pessimista. 

Por isso, quando se encontrar com esse tipo de pensamento, mude. Ocupe sua mente com algo que você gosta, como ler um livro, assistir um filme ou uma série que te faça rir, ouvir sua música preferida, ou qualquer  outra atividade que te faça sentir bem.

Cuide da sua alimentação

Assim como a autoestima não está ligada direta e unicamente na estética, a alimentação também não está.

Tudo tem como base o equilíbrio, inclusive a alimentação. Uma alimentação balanceada é o segredo para a saúde física, mental e dental. 

A ingestão de alimentos como ovos, carnes magras, banana e fibra são responsáveis por controlar a serotonina no cérebro, o hormônio que garante a sensação de bem estar. 

Além disso, fique tranquilo, doces também são permitidos, desde que com moderação. 

Quando você cuida da sua saúde, se sente melhor, o que ajuda na sua autoestima. 

Uma boa dica para isso, é consultar um convênio odontológico individual ou empresarial e convênios médicos também. Pois eles garantem vantagens com profissionais da área, como dentistas, nutricionistas e terapeutas no momento de conseguir uma consulta. 

Pratique atividades físicas

Partindo do princípio que sua saúde mental, bucal e física estão ligadas, inclusive com a autoestima, não podemos deixar de citar as atividades físicas. 

O hábito de praticar exercícios físicos traz diversos benefícios e ao contrário do que pensam não é necessário intenso, longo ou feito todos os dias. O importante é criar uma rotina que te agrade e faça bem e cumpri-la.

Sem contar, que existem diversos tipos de atividades que pode experimentar até encontrar a que melhor se enquadra com você.

Visite o seu médico regularmente

Assim como já foi dito acima, ter um acompanhamento com um profissional da área faz muita diferença. 

Por isso vale lembrar que os médicos não estão lá apenas em momentos de crise, mas também para prevenir e evitar que elas aconteçam. 

Até porque, não dá para trabalhar sua autoestima sem saber se sua saúde está em dia, não é mesmo?!

Então lembre que existe o plano de saúde e o plano odontológico que podem garantir suas consultas sempre que precisar, então ao menos uma vez por ano é recomendado fazer um check up de todos os exames.

Visitar um dentista

Além do sorriso ser um dos pontos mais importantes para uma boa autoestima, também é crucial para sua saúde. 

Afinal, é pela boca que todos os alimentos e nutrientes passam primeiro, os exercícios físicos usam a força da boca para manter o equilíbrio e a força e quando a mente está turbulenta interfere no comportamento muscular do maxilar. 

Mesmo assim, como na saúde física, as pessoas tendem a procurar um profissional apenas quando estão com algum incômodo, o que pode vir com um problema mais grave ou até com danos na saúde geral, como:

  • Diabetes
  • Doenças cardiovasculares
  • Ansiedade e depressão
  • Osteoporose
  • Entre outros

Por isso é sempre bom lembrar que a importância da saúde bucal e de um plano de saúde odontológico vai além das questões estéticas, mesmo que essas também sejam importantes.

Autocuidado para autoestima

Já deu para entender que a autoestima só é possível quando se tem o autocuidado, não é mesmo?! E que este vai muito além de tratar da sua beleza física. Melhorar sua autoestima é um processo contínuo e diário, onde você precisa se conhecer e se respeitar acima de qualquer outra coisa. 

Além de ser imprescindível que se dê a devida atenção a sua saúde, adotando hábitos saudáveis, tirando um tempo de cada dia para relaxar e se curtir seja fazendo a leitura de um livro, conversando com alguém especial, fazendo meditação, entre outros. 

O que vale é tirar um tempo para você.

E é sempre bom poder contar com profissionais que possam te acolher e te auxiliar, por isso procure por um plano de saúde médico e um plano de saúde dentário que esteja dentro de suas necessidades de valores e serviços. 

A saúde deve ser sua prioridade, pois ela interfere diretamente na sua autoestima e praticando ela diariamente, você notará melhoras em todos os níveis: profissional, amoroso, social e o principal, com você mesmo.

Conteúdo produzido por Giulia Vaz, redatora na empresa Ideal Odonto