A maioria dos proprietários de salão de beleza trabalha de maneira informal, sem legalizar o negócio. Muitos deles têm medo da burocracia e do custo desse processo, pois nem sempre a renda obtida com o trabalho é alta. Porém, existem formas simples — e com custo bem reduzido — para fazer essa legalização. A principal é se tornar um MEI.

Neste post, selecionamos algumas informações importantes sobre como um salão de beleza pode se enquadrar na categoria MEI. Confira!

O que é ser MEI?

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual. São as pessoas que trabalham por conta própria e querem legalizar o serviço como microempresários. Para isso, o salão de beleza não pode ter faturamento maior que R$60 mil ao ano, o cabeleireiro não pode ter participação em outras empresas, e só pode ter 1 funcionário registrado.

Quer abrir um salão de beleza sendo MEI? Entenda melhor como funciona

Quais as vantagens de inscrever o salão de beleza no MEI?

Garante alguns direitos trabalhistas

Primeiro, o maior benefício de fazer essa legalização é poder contar com os direitos de um trabalho formal. Por exemplo, quantas vezes você não viu colegas cabeleireiros ficarem doentes e perderem meses de trabalho, passando necessidade por não poderem trabalhar?

Quem inscreve o salão de beleza no MEI conta com direitos como aposentadoria, auxílio doença e auxílio maternidade, que deixam qualquer pessoa mais tranquila nos momentos de necessidade.

Fortalece o crescimento do salão

Outros benefícios são bastante interessantes para quem tem a vontade de fazer o salão de beleza crescer. Quando você se inscrever no MEI, terá seu próprio CNPJ, e com isso será muito mais fácil negociar prazos e descontos com os fornecedores.

Quando você quiser fazer uma reforma, ampliação ou trocar os móveis do salão de beleza, por exemplo, também será muito mais fácil de conseguir um empréstimo no banco, porque agora você tem como comprovar a sua renda.

Além disso, você poderá fazer contratos com as empresas de produtos para cabelo para ministrar cursos, por exemplo. E se os seus clientes desejarem, você poderá oferecer a nota fiscal pelos serviços realizados.

Quer abrir um salão de beleza sendo MEI? Entenda melhor como funciona

Melhora o ambiente para quem trabalha com você

Dificilmente o cabeleireiro trabalha sozinho, sempre tem um profissional de confiança que ajuda nas tarefas diárias do salão. Sendo MEI, você pode contratar até 1 funcionário com carteira assinada, garantindo todos os direitos dele.

Como nessa área a informalidade e o fluxo de funcionários é grande, pode ser uma forma de você garantir que aquela manicure maravilhosa que suas clientes adoram não mude para outro salão.

 

Quais os custos para se tornar um MEI?

Quer abrir um salão de beleza sendo MEI? Entenda melhor como funciona

Agora vamos falar sobre custos. Afinal, você precisa saber se cabe no seu bolso, não é? Pois saiba que se você fizer algumas economias simples em seu salão, já dá pra pagar tudo!

No MEI você não paga para abrir a empresa, não precisa pagar um contador, fica isento de diversos impostos federais como PIS, COFINS, IR, IPI e CSLL, e paga apenas uma taxa de R$49 (para prestação de serviços) ou R$50 (se você também vender produtos no seu salão).

Agora que você já sabe tudo sobre ter um salão de beleza e ser cadastrado no MEI, vá ao portal do empreendedor e faça sua inscrição!

Se você ainda tem dúvidas sobre a formalização do trabalho, ou se já é MEI e quer dividir sua experiência, deixe um comentário aqui no post!


Summary
Posso ter um salão de beleza sendo MEI?
Article Name
Posso ter um salão de beleza sendo MEI?
Description
O processo de abertura de um salão faz muitos proprietários trabalharem na informalidade. Se tornar um MEI é a forma mais prática de legalizar. Entenda
Author
Publisher Name
Beauty Date
Publisher Logo
Compartilhe
000